25.11.11

[Resenha] Redenção - Lilo

Título: Redenção
Autora: Lívia Lorena (Lilo)
Número de páginas: 612
Avaliação: 4/5
Sinopse: Ruby é uma moça de vinte e poucos anos que tem um futuro normal e com boas expectativas. Vivendo com sua família no coração de São Paulo, ela nunca imaginou que se tornaria o centro de uma guerra que já perdura séculos. Após um incidente comum aos noticiários, ela se vê banhada num mar vermelho sangue que insiste em puxá-la cada vez para mais fundo, onde um vazio negro cheio de desejo e ânsia por dor e sofrimento clama por seu nome. Ruby. Ela não sabe como sua vida deu tal guinada, não entende as razões de ter sido jogada em um mundo onde a sede por sangue grita silenciosamente em seu peito, nos momentos em que ela mais deseja estar em paz. Há uma guerra sendo ocultada pelas manchetes de TV. Há muito dinheiro e poder em jogo e Ruby percebe que sozinha não terá chances de encontrar as respostas que procura, mesmo que elas estejam dentro dela, fluindo em suas veias. Ela acredita que tudo está perdido, mas quando surge na sua escuridão Aaron, seu zeloso companheiro, Ruby percebe que mesmo nas mais terríveis situações, existe espaço para a felicidade e para a devoção que só o sangue é capaz conferir.

Esse é um livro que eu queria ler há muito tempo! Desde que eu tomei conhecimento dele lá no Bookess me interessei. Até cheguei a ler o comecinho, mas logo parei porque eu tenho sérios problemas para ler no computador. Não consigo mesmo.
Então eu fui atrás de uma parceria com a Lilo, consegui e num dos meus momentos de sorte ganhei o livro na promoção e voila! Eu tenho o livro agora! E antes de um monte de gente hahaha
Passado o momento de histeria, vamos à história.
Redenção é uma história de vampiros como há muito eu não lia. Porque em tempos onde os vampiros são bonzinhos e se alimentam de animais (gosto de Crepúsculo e Diários do Vampiro, mas ainda prefiro o estilo Drácula, Lestat e etc) foi surpreendente ler algo onde os vampiros se alimentam de sangue humano!
Sem contar que a história em muitos momentos é assustadora. Mesmo. E isso foi ótimo porque eu me senti em uma história de vampiros de verdade!
Tudo começa quando após levar um tiro Ruby desperta para uma nova vida, um novo mundo. Um mundo do qual ela jamais imaginou ser parte, onde uma guerra por seu sangue opõe duas facções: RealCorpus e DomSacres. Tudo está muito estranho e confuso até que ela conhece Aaron. Um anjo, segundo suas palavras, que vai ajudá-la nessa transição. Mas Ruby tem sérias escolhas a faazer: largar sua antiga vida, sua família e entrar em um dos lados dessa guerra ou esquecer tudo isso e tentar levar uma vida normal.
É a partir desse ponto que a história se desenvolve de fato. Em muitos momentos eu me senti no lugar da Ruby, tentando entender toda aquela loucura, a mudança no corpo, nos sentidos, a descoberta da RC e da DS, a guerra entre as duas, tudo isso é muito louco e ela tem de lidar sozinha. Eu gostei muito pois para mim muto mais que uma história de vampiros foi uma história de crescimento, de auto-conhecimento. Sempre só se mostra o lado bom da imortalidade, mas quando as pessoas cogitam essa possibilidade esquecem todo o adicional ruim.
Além de Ruby outros personagens têm bastante destaque. Aaron o vampiro lindo gostoso, sedução, ui rs que mais parece um anjo com seu lindos olhos azuis *suspiro* e sua terrivelmente grande compreensão com certeza é o homem que toda mulher pediu a Deus. Ele sempre fica do lado de Ruby, mesmo quando o pessoal da RC começa a virar contra ela ele está lá, servindo-a das mais diversas maneiras, inclusive com seu próprio sangue. Ele é um cavalheiro mas que sabe ser mau quando é preciso ui!. É muito linda a forma como ele tenta protegê-la de tudo, principalmente do safado do Stefáno. Foi o personagem que mais me encantou.
Stefáno também é um excelente personagem. Um vilão à moda antiga, sádico e frio como todo vampiro malvado deve ser. Ele conseguiu um feito: eu o detestei durante muitas partes! Sim, porque eu geralmente gosto dos vilões (os mocinhos estão meio devagar ultimamente rs), mas com ele foi diferente. Ele foi tão cruel, tão sem coração em diversas partes que eu quis mesmo que a Ruby arrancasse o seu coração.
Outra que merece ser mencionada é Cecília, uma menina de três anos mas que é absurdamente madura. Sério, ela foi mais madura que eu em muitas partes. Além de ser uma fofa!
Além dos citados todos os demais personagens são muito bem construídos e eu adoro isso. Ponto pra Lilo.
A única coisa que me incomodou foi o exagero no uso de certas palavras como "amado" e "amada". Tudo bem, pode ser só chatice minha, mas me incomodou um pouco. Porém, não atrapalha em nada o decorrer do livro.
O final também não correspondeu a todas as minhas expectativas. Achoque foi tudo meio rápido demais.
Mas no geral o livro é muito bom e eu estou louca para ter a versão oficial, que vai ser lançada no próximo ano, em mãos.
Super indico esse livro para quem gosta de histórias de vampiros de verdade. Sexy, com muito sangue, ação e aventura como todo bom livro deve ser.

Quote:

"Ainda tentando aceitar que eu precisava daquilo me sentei com esforço e o vi abrindo a camisa com tanta ferocidade que os seus botões voavam pelo quarto. 
Ele se ajoelhou diante de mim, com seu peito perfeito completamente a minha disposição. Não tinha como resistir aquilo.
Eu o olhei durante um longo minuto.
De certo modo Aaron estava vivendo por mim e para mim. Meu coração se sentiu culpado mas ao mesmo tempo envaidecido.
- Aaron, me desculpe... - eu disse com a voz fraca.
- Você não tem porque se desculpar... - como sempre ele quebrava as minhas defesas."

Um super beijo e até a próxima.